Nutricionista alerta para a importância de aumentar a imunidade

Uma alimentação balanceada e que fortaleça o sistema imunológico pode ajudar a evitar muitas doenças

Manaus – O chamado inverno amazônico, caracterizado pelo período de maior incidência das chuvas, marca também a sazonalidade e o aumento de casos de gripes. Além disso, o Amazonas ainda enfrenta um momento difícil com pandemia de coronavírus. Por isso, mais do que nunca é necessário seguir as orientações preventivas das autoridades de saúde como o uso de máscara e a higienização constante das mãos, além de evitar aglomerações e manter o distanciamento social. Outra maneira de se cuidar e tentar evitar essas doenças é através de uma alimentação balanceada e que fortaleça o sistema imunológico.

(Foto: Divulgação)

A nutricionista Lívia Ribeiro, ressalta que uma alimentação rica em frutas, legumes e verduras deve fazer parte da rotina de todos. “Dessa forma se fortalece o sistema de defesa do corpo. Quando a imunidade não está boa, a tendência é que as pessoas fiquem mais propensas a infecções e gripes”, destacou.

Ela reforça que o bom funcionamento do sistema imunológico depende de minerais específicos, vitaminas e aminoácidos e que uma dieta pobre não oferece os nutrientes necessários para que as células de defesa do corpo funcionem adequadamente.

Uma alimentação equilibrada deve ser variada e ter as proporções adequadas de nutrientes, como carboidratos, proteínas, vegetais e frutas, divididos em até seis refeições ao longo do dia. Segundo Lívia, para aumentar a imunidade é importante reforçar o consumo de alimentos ricos em vitamina C.

“Muitas pessoas procuram a vitamina C em suplementos vendidos nas farmácias, mas os alimentos fornecem a quantidade ideal para o corpo de forma natural. Claro, que se o médico identificar que há uma necessidade de suplementação, ele irá indicar o medicamento ideal para cada pessoa”, disse.

São boas fontes de vitamina C frutas como limão, laranja, acerola, kiwi e legumes e verduras como pimentão, brócolis, couve e rúcula. O gengibre é rico em vitamina C e B6. Além de ter uma ação bactericida, ajuda na defesa do organismo. Também é importante incluir alimentos ricos em zinco, como carne, cereais, feijão, lentilha e grão de bico, que possuem esse nutriente importante no combate a resfriados e gripes. No caso dos idosos, que naturalmente tem uma diminuição da atividade imunológica do corpo, é indicada a inclusão de alimentos como castanhas, nozes, amêndoas e óleos vegetais, que são ricos em vitamina E.

Anúncio