‘Teremos entre 22 e 25 milhões de doses para março’, diz Pazuello

Declaração de ministro da Saúde foi dada durante cerimônia para sanção de projetos que ampliam capacidade de compra de vacinas

Brasília – O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que a pasta tem a garantia da chegada de 22 a 25 milhões de doses da vacina contra Covid-19 em março. O volume, de acordo com ele, pode chegar a 38 milhões. A declaração foi dada durante cerimônia no Palácio do Planalto para sanção de projetos que ampliam a capacidade de compra dos imunizantes pelo governo federal.

Eduardo Pazuello afirmou que volume de doses pode chegar a 38 milhões. (Foto: Divulgação)

De acordo com o ministro, no fim do primeiro semestre do ano será possível produzir vacinas com insumos nacionais na Fiocruz, inclusive com o ingrediente farmacêutico ativo (IFA) fabricado no Brasil. “Em doses importadas, contratadas e empenhadas para laboratórios internacionais, nós temos muitas incertezas de recebê-las. Não é simples, como é receber do Butantan ou da Fiocruz”, disse Pazuello na cerimônia.

Um dos projetos sancionados pelo presidente Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (10), permite a compra de doses por Estados e municípios e pela iniciativa privada. Pazuello ressaltou, porém, que todas as vacinas compradas serão coordenadas dentro do Plano Nacional de Imunização (PNI), executado pelo Ministério da Saúde. Outra proposta sancionada dá aval para a compra de doses pela iniciativa privada. As medidas darão mais celeridade ao combate contra o novo coronavírus, afirmou o ministro.

Anúncio