Trombose, um mal entre as mulheres

Pacientes adultas, gestantes, fumantes, entre outras, as mulheres têm mais facilidade de desenvolver a doença

Manaus – As mulheres devem manter os cuidados e a atenção com a trombose, pois elas são os principais alvos dessa patologia: as adultas, que geralmente usam anticoncepcionais; obesas, após uma gravidez; fumantes e portadoras de trombofilias. O alerta é do médico cirurgião vascular Luís Cláudio.

A trombose é mais comum nas mulheres devido a alta taxa hormonal e também ao uso de anticoncepcional (Foto: Divulgação)

De acordo com o médico, usar meia elástica indicada por um profissional, evitar o uso de anabolizantes e hormônios em altas doses, praticar caminhada, ter uma alimentação saudável sem o consumo de produtos industrializados, e realizar consulta anual com o angiologista e cirurgião vascular, com a realização de exame Doppler vascular, são alguns cuidados necessários para evitar a trombose.

“O surgimento da trombose é mais comum nas mulheres devido a alta taxa hormonal e também ao uso de anticoncepcional. Por isso (a doença) é mais comum no sexo feminino”, explicou Luís Cláudio.

Célula inflamatória

Durante a pandemia do novo coronavírus foi identificada uma cascata de inflamações no organismo que liberou uma célula inflamatória chamada citocina, altamente lesiva ao endotélio vascular, que causou a alteração na coagulação e levou à trombose no sistema vascular. Por isso se mede o D-dimero na Covid , exame de sangue que norteia a possibilidade de trombose. De acordo com o especialista, casos de trombose foram registrados em vários pacientes durante a pandemia, o que tem preocupado as autoridades médicas.

As complicações causadas pela Covid-19 tem intrigado médicos no mundo inteiro, com o surgimento de variantes, denominadas de cepas do vírus, mesmo com o avanço dos imunizantes, que necessitam de testes para cada variante. A boa notícia é que os testes atuais têm revelado um resultado positivo para a eficácia das vacinas. Entretanto, continuemos mantendo as recomendações sanitárias, como evitar aglomerações, lavar as mãos e usar o álcool em gel.

Anúncio