Veja dicas de prevenção e cuidados para dermatite na barba

Especialistas indicam os cuidados necessários para ajudar quem tem esse problema de pele e evitar a piora

São Paulo – Vermelhidão, descamação, coceira e bolinhas de pus são alguns dos sinais característicos da dematite que, nos homens, pode surgir na região da barba e corresponde a diferentes doenças que acometem a região.

Na área da barba existem dois tipos de dermatite mais comuns: a seborreica e a de contato (Foto: Divulgação)

De acordo com a médica dermatologista Judith Cavalcante, na área da barba existem dois tipos de dermatite mais comuns: a seborreica e a de contato. “A primeira é mais conhecida como ‘caspa’, envolve predisposição genética e pode estar presente também nas sobrancelhas e couro cabeludo. A segunda surge pela exposição a uma substância que gera irritação ou alergia, como metais, cosméticos e detergentes”, explica ela.

O médico dermatologista Jhonnatan Pinheiro, comenta que a prevenção inclui a higiene local diária adequada e o corte correto e gentil dos pelos da região, assim como uso de hidratantes adequados a fim de regularizar a barreira cutânea.

“Quando a doença está ativa, além dos cuidados diários e hidratação, podem ser necessários medicamentos como corticóides, imunomoduladores e antifúngicos para o controle do problema, sempre guiados pelo dermatologista”, ressalta o médico.

Nesses casos, é especialmente importante tomar cuidado com os materiais envolvidos na hora de aparar a barba.

“Indico o uso de lâminas de qualidade e bem afiadas, usadas de maneira a cortar os fios sempre no sentido de crescimento dos pelos, com bastante espuma para facilitar o deslizamento e evitando múltiplas passadas. Quando a região está muito inflamada, o ideal é dar uma pausa no barbear por alguns dias para iniciar o tratamento e voltar a barbear quando o controle do problema for alcançado.”

Atenção aos detalhes

Judith ainda lista tópicos específicos para prestar atenção em cada um dos dois casos de ocorrência da doença. Veja quais são

Dermatite seborréica

• Mantenha a área da barba sempre limpa, lembrando inclusive de higienizá-la após as refeições;

• Use sabonetes adequados, que mantenham a hidratação natural e também auxiliem no controle da oleosidade da pele;

• Mantenha a barba seca, pois a umidade contribui para a proliferação de fungos que contribuem para a piora da inflamação.

Dermatite de contato

• Evite o contato da pele com irritantes como níquel – presente em lâminas e navalhas, perfumes e detergentes agressivos;

• Se surgir a inflamação após o uso de lâminas descartáveis ou navalhas, suspenda o uso destas ferramentas e opte por barbeadores elétricos que cortem o pelo com maior distância da pele;

• Caso apresente irritações na pele, não utilize medicações por conta própria e sem orientação de um médico especialista.

Anúncio