Vídeo mostra proteína capaz de impedir infecção do vírus da Covid

Cientistas descobriam que a lectina impede entrada do SARS-CoV-2 na célula e conseguiram gravar como isso acontece

São Paulo – A busca por medicamentos acessíveis e eficazes para o combate da Covid-19 é intensa entre cientistas do mundo todo. Um passo importante pode ter sido dado no Canadá. Pesquisadores da Universidade British Columbia descobriram que a proteína lectina pode se ligar à proteína spike no vírus SARS-CoV-2 e impedi-lo de acessar as células humanas saudáveis.

A spike é responsável por acoplar o vírus no organismo humano. Ela se envolve em glicanos (grupo de açúcares) para se esconder do sistema imunológico da pessoa enquanto se prendem às células da corrente sanguínea e aos órgãos principais.

Anúncio