Yoga traz benefícios para o foco e para a concentração, aponta professor

A prática consiste em, propositalmente, prestar atenção no presente, sem julgamentos ou predisposições

São Paulo – Os seres humanos tendem a ser colocados em um modo de “piloto automático”, no qual respondem e reagem de forma instintiva a determinadas situações do dia a dia. Essa tendência é prejudicial para os indivíduos, que podem ter problemas com a falta de foco e de concentração.

(Foto: Instituto Hermógenes / Agência Brasil)

Segundo Francisco Kaiut, criador do Método Kaiut Yoga, professor de yoga, quiroprata e terapeuta natural, o mindfulness é um conceito fundamental para quem deseja agir de forma consciente aos eventos e aos estímulos.

“Jon Kabat-Zinn, um dos responsáveis por popularizar o mindfulness no Ocidente, explica que o conceito está relacionado à atenção e à consciência, que podem ser cultivadas e desenvolvidas por meio da meditação”, explica o professor.

A prática, portanto, consiste em, propositalmente, prestar atenção no presente, sem julgamentos ou predisposições. Para conquistar essa habilidade, é necessário praticar uma série de técnicas de meditação e, consequentemente, de yoga.

“O mindfulness tem feito muito sucesso ao redor do planeta. Isso se deve ao fato de que a capacidade de atenção plena e de foco objetivo no que está sendo vivido é uma ferramenta incrível para quem deseja assumir o controle de sua vida”, aponta Kaiut.

O foco e a concentração, conforme explica o professor, podem ser trabalhados e desenvolvidos por meio da prática de yoga, o que envolve outro conceito: o de jointfulness. “O termo envolve três palavras: joint, ou seja, juntas e articulações; joy, que é a alegria interna e individual, e fulness, que está ligada à plenitude e à totalidade”, explica.

De maneira geral, o jointfulness é o estado de presença obtido através de estímulos de uma ou mais articulações. Isso significa que cada estímulo articular proporciona uma reconexão neurológica importante entre o corpo e a mente.

“Na concepção do Método Kaiut, cada posição de yoga é desenhada para ser um sistema de alavancas que atua biomecanicamente, estimulando um alinhamento entre cérebro e cada parte do corpo. É nesse ponto que a prática de yoga se mostra benéfica para o foco e para a concentração”, ressalta Kaiut.

O professor explica, ainda, que os estímulos funcionam como um realinhamento natural do organismo, física e neurologicamente, com a natureza ancestral altamente funcional. Contudo, para que a yoga traga resultados, os estímulos precisam ser lidos pelo organismo como totalmente seguros.

“As posições de yoga devem ser praticadas de maneira ótima pelo aluno, que não deve buscar imitar o professor e outras pessoas. O essencial é entender até onde seu corpo consegue ir sem provocar dor ou desconforto, para que, assim, sua mente seja favorecida”, finaliza o professor.

Anúncio