Sociedade 5.0 e outras revoluções – A evolução da sociedade através da tecnologia

A Revolução foi impulsionada pela invenção da primeira máquina à vapor. A máquina a vapor mudou a forma de se produzir riqueza e de se comunicar

Manaus – A primeira Revolução Industrial, aquela que todos estudamos na escola, teve início na Inglaterra, em meados do século XVIII. A Revolução foi impulsionada pela invenção da primeira máquina à vapor, desenvolvida por Thomas Newcomen e aprimorada por James Watt. A máquina a vapor mudou a forma de se produzir riqueza e de se comunicar. Estaríamos diante de uma nova revolução com o 5G?

A original

Foto: Pixabay

A tecnologia foi primeiramente utilizada para a fabricação de têxteis, aumentando a capacidade de produção para níveis nunca antes vistos. O impacto na produção foi tão profundo que alterou também a forma de comercializar estes bens. Com o surgimento dos primeiros barcos e locomotivas a vapor, o mundo começou, pela primeira vez, a diminuir.

Pelas linhas férreas, expressão da grandeza do período, transitavam rapidamente pessoas, bens e informações. Cavalos jamais conseguiriam cumprir o mesmo papel. Embarcações a vapor viajam de forma mais rápida e estável, favorecendo o comércio global. A invenção da máquina a vapor transformou a sociedade e as relações de trabalho de forma irreversível.

Outras revoluções

Se você acha que evoluímos rápido da primeira máquina à vapor para as viagens espaciais, é porque na verdade, tivemos outras revoluções depois da primeira. Na verdade, já foram quatro revoluções e nos encaminhamos agora para a quinta. Enquanto a segunda e terceira revoluções afetaram a indústria química, metalúrgica, etc; a quarta e quinta são digitais. Portanto, sua roleta NetBet ultra-realista faz parte de um contexto muito mais amplo.

A Quarta Revolução Industrial foi aventada pela primeira vez no livro de mesmo nome, do autor Klaus Martin Schwab, então presidente Fórum Econômico Mundial, em 2016. Segundo Schwab, este período se iniciou em 2011 e em vez de ser marcada por uma nova tecnologia, destaca-se pela tentativa de combinar todas as tecnologias existentes, para fins de transformação social.

Sociedade 5.0

blank

Foto: Pixabay

A Sociedade 5.0, da qual segundo diversos analistas, já faz parte, aprofunda as conquistas da última revolução. Neste modelo de sociedade, toda a tecnologia disponível deve ser utilizada visando o conforto das pessoas. Isto significa bancos de dados mais completos, atendimentos mais individualizados (incluindo consultas médicas online), cidades planejadas e administradas com auxílio de inteligência artificial.

O conceito de sociedade 5.0 é um bálsamo para aqueles que temiam uma distopia a la Exterminador do Futuro, com o avanço da inteligência artificial. Na verdade, a inteligência artificial, aliada à internet ultra-rápida, deve estar no centro da administração pública, em poucos anos.

A evolução da Internet das Coisas (IoT na sigla em inglês), permitirá o monitoramento de toda a cidade em tempo real. Manutenções como encanamentos estourados, postes avariados ou ruas bloqueadas, podem ser identificados automaticamente, e um sistema central poderia alocar a equipe mais próxima para efetuar o reparo. Suprimentos de água e luz podem ser distribuídos de acordo com a demanda de cada região.

Conclusão

A Sociedade 5.0 vive num outro tipo de cidade: uma cidade inteligente. Nesta cidade, a poluição é reduzida por um planejamento eficiente do transporte e veículos autônomos. Esta cidade também deverá usar cada vez mais energia limpa, como solar e eólica, deixando de queimar combustíveis fósseis. Este modelo de sociedade coloca o indivíduo no centro do debate, sem esquecer a importância da sustentabilidade ambiental.

Anúncio