Veja dicas de como melhorar o sinal da conexão Wi-Fi em casa

Saiba quais são às dicas para usufruir do melhor desempenho do seu aparelho

Manaus – O Wi-Fi (pronúncia em inglês /ˈwf/) é uma marca registrada da Wi-Fi Alliance. É utilizada por produtos certificados que pertencem à classe de dispositivos de rede local sem fios (WLAN) baseados no padrão IEEE 802.11. Por causa do relacionamento íntimo com seu padrão de mesmo nome, o termo Wi-Fi é usado frequentemente como sinônimo para a tecnologia IEEE 802.11.

Roteador - wifi - internet - conexão (Foto: Pixabay)

O sinal Wi-Fi se propaga em ondas e em “formato de pizza”, assim, sua intensidade diminui na medida que nos distanciamos do aparelho. (Foto: Pixabay)

Como informa a Wikipédia, o nome, para muitos, sugere que se deriva de uma abreviação de wireless fidelity, ou “fidelidade sem fio”, mas não passa de uma brincadeira com o termo Hi-Fi, designado para qualificar aparelhos de som com áudio mais confiável, que é usado desde a década de 1950.

De acordo com o site OlharDigital, mais do que contratar um plano de internet adequado para o seu consumo, é preciso escolher equipamentos de qualidade e tomar alguns cuidados. Quer saber como? Então acompanhe o texto e confira 4 dicas para melhorar o seu sinal Wi-Fi.

Roteadores Wi-Fi: como escolher o melhor

Antes das dicas para melhorar o sinal da sua conexão Wi-Fi, vamos falar de uma outra questão muito importante: como escolher o melhor roteador para o seu cenário?

Considere os seguintes pontos:

  • Velocidade da internet:  taxas de velocidade de download e upload do seu plano de internet, contratado diretamente com seu provedor de internet. Esse ponto é determinante para saber se você precisará de um roteador com portas Gigabit ou Fast Ethernet. Há roteadores que suportam até 100 Mbps e outros que alcançam 1 Gbps de velocidade.
  • Quantidade de dispositivos conectados: se forem muitos, um roteador com apenas a frequência 2,4 GHz pode não ser suficiente.
  • Tamanho do ambiente: Ambientes grandes ou com muitos obstáculos e interferências, precisam de soluções como o Twibi da Intelbras, com a tecnologia Mesh.
  • Tecnologia: roteadores com tecnologia Mesh são os mais eficientes do mercado atualmente, pois criam uma malha de sinal estável em todos os ambientes que você desejar e acabam com as “zonas mortas”. Proporcionam uma grande área de cobertura e flexibilidade, pois os módulos podem ser instalados em diferentes ambientes de acordo com a necessidade de cobertura do sinal Wi-Fi.
  • Acessibilidade: para gerenciar facilmente sua rede, ver quem está conectado, ter controle parental e criar rede Wi-Fi para visitantes, procure por produtos que contam com aplicativo mobile.

Dicas para melhorar o sinal Wi-Fi

Agora que você já escolheu o roteador mais adequado para seu cenário, vamos às dicas para usufruir do melhor desempenho do seu aparelho.

1. Instale seu roteador no melhor local possível

O sinal Wi-Fi se propaga em ondas e em “formato de pizza”, assim, sua intensidade diminui na medida que nos distanciamos do aparelho. Portanto:

  • Escolha um local onde o sinal possa ser propagado sem encontrar barreiras em um raio de 1 metro, pelo menos;
  • Não coloque o roteador dentro de caixas ou móveis fechados;
  • Posicione-o em um local relativamente alto – como na altura da cintura ou ombros — e na parte mais central da sua casa.

Se isso não for possível, procure por roteadores com tecnologia Mesh, como o Twibi Wi-Fi 5 Mesh. Isso porque roteadores com essa tecnologia são ideais para levar sinal Wi-Fi de qualidade por todo ambiente. Por ser um sistema modular, é possível utilizá-lo para cobrir desde ambientes pequenos até grandes casas e apartamentos.

O kit Twibi vem com dois módulos e conta com duas versões. Uma para planos de internet de até 100 mega e cobertura de sinal Wi-Fi de até 200 m² e outra versão para planos acima de 100 mega, com até 360 m² de cobertura. Estes são os valores médios recomendados, porém, dependendo do perfil de uso e de características como ambiente de instalação e interferências próximas, pode haver alteração para mais ou para menos. A área de cobertura pode ser ampliada adicionando mais módulos Twibi, com um máximo de 6 módulos por rede.

2. Afaste objetos e dispositivos que interferem no sinal

Paredes muito grossas são um obstáculo para a propagação do sinal de Wi-Fi. Azulejos também podem interferir bastante. Algumas dicas são:

  • Não posicione o roteador muito perto de espelhos, pois a superfície metálica destes objetos é altamente refletora;
  • Evite colocar muitos objetos ao lado do roteador;
  • Afaste aquários e fontes do seu aparelho, pois a água também pode interferir negativamente no desempenho do seu sinal Wi-Fi.

Fique atento aos dispositivos eletroeletrônicos que também podem interferir no seu Wi-Fi como: forno microondas, outros roteadores, alto-falantes, e outros equipamentos sem fio. Equipamentos eletroeletrônicos sem homologação ANATEL também podem prejudicar o seu sinal.

3. Mantenha seu roteador atualizado e seguro

Você já atualizou o firmware do seu roteadoralguma vez? Esta é uma forma muito simples e eficiente de manter seu roteador com as atualizações de segurança e melhorias implementadas pelo fabricante.

Para atualizar você deve:

  • Baixar a última versão do firmware do modelo do seu aparelho no site da marca;
  • Acessar o painel de controle do roteador via interface web;
  • Acessar a opção atualização de firmware, selecionar o arquivo que você baixou e fazer o upgrade.

Nos roteadores que permitem o acesso por aplicativo você recebe notificações dentro do próprio aplicativo quando as atualizações forem necessárias e basta clicar em “permitir” que a atualização será feita automaticamente. É o caso dos roteadores da linha ACtion e Twibi da Intelbras.

Outra maneira de aumentar a segurança é escolher um padrão de segurança mais avançado, como o WPA2 ou WPA3. Não esqueça de definir uma senha alfanumérica forte com letras, números e caracteres especiais — e  mudá-la com frequência.

4. Use roteadores e dispositivos pessoais com tecnologias mais recentes

Você pode  resolver grande parte da interferência no sinal Wi-Fi com o uso de roteadores dual band AC (Wi-Fi 5), que operam tanto na frequência 2,4GHz quanto na 5 GHz. Estes possuem protocolos 802.11ac e garantem um tráfego maior de informações no mesmo intervalo de tempo quando comparados aos aparelhos que possuem tecnologias anteriores e que só operam em 2,4 GHz. Além disso, a frequência 5 GHz possibilita o tráfego de mais velocidade e a conexão de mais dispositivos ao mesmo.

Dispositivos que operam somente na frequência 2,4 Ghz são mais comuns, assim essa faixa se torna mais congestionada e acaba sofrendo mais interferências. Se não puder migrar para o Wi-Fi 5 agora, verifique qual canal está sendo menos usado no seu ambiente — aplicativos como o Wifi Analyzer podem ajudá-lo — e selecione-o nas configurações do roteador.

Alguns aparelhos mais modernos, como celulares, notebooks e Smart TVs já operam em 5 GHz. Sendo assim, os roteadores Wi-Fi 5 são uma ótima opção para quem possui muitos dispositivos conectados dentro de casa e necessita de um sinal estável por todo ambiente.

Conclusão

Invista nos melhores roteadores residenciaisdo mercado para otimizar a velocidade, cobertura e estabilidade da sua internet, assim como garantir mais segurança e praticidade para seu dia a dia.

Os roteadores Intelbras da linha Twibi Wi-Fi Mesh contam com aplicativo gerenciador para monitorar os dispositivos conectados, criar redes Wi-Fi temporárias para visitas, controlar acesso a sites e determinar horários de navegação para os pequenos. Com ele, você garante uma ótima conexão Wi-Fi pela casa toda.

Anúncio